Escolha uma Página

Não, eu não vou te falar que você vai ficar milionário criando um infoproduto! Embora isso seja, de fato, possível. O que eu quero te falar é que existe um ótimo caminho para colocar em prática conceitos de marketing e marketing digital no processo de criar e vender um infoproduto. Então, se você quer trabalhar nesta área, te digo que elaborar e vender um infoproduto te trará diferenciais significativos como profissional. E, se você gostar do que experimentou, pode até seguir adiante por esse caminho de infoempreendedor!

Infoprodutos, como sugere o nome, são produtos digitais cujo conteúdo provê informações sobre um tema específico para o comprador. Não é que este mercado seja novo, mas ele explodiu nos últimos anos com a ascensão da internet e da confiabilidade dos meios de pagamento na rede. Os tipos mais comuns de infoprodutos são: e-books, vídeo-aulas, templates, planilhas, áudios, apostilas, softwares e serviços de assinatura.

O que você poderia ensinar/criar?

O primeiro passo para criar um infoproduto é pensar sobre algo no qual você é entusiasmado e, se já não sabe, poderia aprender o bastante para ensinar ou criar algo a respeito. Por exemplo, vamos supor que você seja um estudante de administração apaixonado pela área de finanças e se vira suficientemente bem no Excel. É possível criar uma planilha, por exemplo, para micro e pequenos empresários e empreendedores fazerem seus fluxos de caixa. Dá uma olhada na imagem abaixo e constate que essa planilha (que, aliás, parece ser excelente) já foi vendida 1829 vezes.

Planilha de Fluxo de Caixa - Exemplo de Infoprodutos

Para quem você poderia criar infoprodutos?

Estabelecer o mercado-alvo para o seu infoproduto te trará ótimas lições sobre pesquisa de mercado, segmentação e posicionamento. Você terá que procurar quais infoprodutos parecidos com o seu já existem, no que você pode ser diferente deles e quais aspectos seriam interessantes de criar ou eliminar, de forma que seu infoproduto fosse o melhor possível para o seu mercado-alvo.

Vamos supor que você é um estudante de psicologia e já leu muita coisa sobre como analisar um currículo em processos de recrutamento e seleção de pessoas. Você pode criar um e-book ensinando as pessoas a prepararem seus currículos e ainda oferecer como bônus uma análise do currículo gratuita quando a pessoa estiver com ele pronto. Porém, você pode constatar que já existe muita gente falando sobre isso na internet, sendo difícil se destacar com este conteúdo. Então, você pode selecionar um mercado-alvo como: pessoas que estão fora do mercado de trabalho a mais de 5 anos, aposentados que querem voltar a trabalhar, estudantes que querem fazer processos seletivos para trainee; e aprender mais sobre as especificidades destas situações e criar um conteúdo exclusivo para estas personas (aprenda mais sobre personas neste post).

Divulgação-Ebook

Elaboração de infoprodutos

Se na escolha do mercado-alvo e criação de personas você vai ter colocado em prática conceitos sobre pesquisa de mercado, segmentação e posicionamento, para elaborar o infoproduto você aplicará métodos para desenvolver ofertas e precificar. Muitos profissionais de Marketing levam anos até chegarem ao ponto de estarem numa posição dentro da empresa onde podem, de fato, participar e opinar no desenvolvimento de um produto, pois tais decisões envolvem cargos mais estratégicos. Porém, ao criar o seu próprio infoproduto, é você quem tomará estas decisões em relação ao formato, conteúdo, proposta, preço, entre outros.

Venda de infoprodutos

Esta vai ser uma das partes onde você mais vai aplicar conceitos de Marketing Digital. Para vender os infoprodutos você terá que criar, no mínimo, uma página de vendas, onde aprenderá como utilizar na prática elementos persuasivos em seus argumentos, suprir necessidades de informação e apresentar uma oferta matando objeções. Se fizer todo o processo você criará conteúdo relevante para começar a construir uma lista, iniciará o relacionamento com esta lista e por aí vai.

Além do aprendizado, dinheiro

Pensar, criar e vender um infoproduto de qualidade é um baita processo para colocar em prática conceitos de marketing, devido ao que você precisará estudar, aprender e aplicar.

Porém, o tempo todo a busca deve ser por fazer algo que realmente possa dar lucro, perseguindo a excelência. Tenho certeza que, quando você fizer o seu primeiro real a partir de algo que criou do zero, terá um sensação muito boa. Eu digo isso, pois tracei esse caminho há alguns anos, quando criei cursos de marketing digital para serem vendidos em plataformas de cursos online. Na época nem utilizei o meu nome diretamente, pois eu sabia que aqueles meus primeiros infoprodutos ainda não traduziam o que eu podia fazer de melhor. Hoje em dia estou criando um infoproduto bem maior, em minha área de maior conhecimento: inbound marketing e marketing de conteúdo.

Portanto, mãos a obra! Coloque em prática o que você aprendeu e consiga os seus próprios clientes, em um ciclo de conversão e aprendizado contínuo!

Uma última dica é, na verdade, uma boa notícia: vender infoprodutos atualmente é bem mais fácil, por meio de afiliados. É assim, existem mercados onde você pode vender e ser comissionado ou disponibilizar seus infoprodutos para que outros os vendam. O Hotmart é o melhor para isso no Brasil, visite o site e dê uma olhada em como a coisa toda funciona!